Cobranças Condominiais

O condomínio é um conceito que possibilita muitas formas de relacionamentos interpessoais, seja ele dentro de um apartamento com a família, ou mesmo dentro do espaço comum com demais pessoas que habitam ou trabalham no local.

Muitos síndicos, condôminos e até administradores pensam que direito condominial se refere apenas à cobrança de inadimplentes. Este conceito também pode ser aplicado em diversas situações dentro de um condomínio.

O direito condominial estipula as regras do uso normal de uma propriedade, e aplica as penalidades às pessoas que as desrespeitarem. Sendo assim, é dever do condômino respeitar às leis do código civil e da legislação condominial, que tratam do tema e regulam os direitos e deveres em condomínio.

ANIMAIS EM CONDOMÍNIOS

A presença de animais em condomínios costuma ser motivo de conflitos entre condôminos. Por isso, representa um importante desafio sobre a capacidade de gestão e negociação por parte dos síndicos.

Por mais que alguma convenção de condomínio venha a proibir a manutenção de animais, nos dias de hoje esta situação não se configura mais, uma vez que os usos e costumes possibilitam a posse de animais em apartamentos.

A convivência entre donos de pets e síndicos nem sempre é pacífica. Sem radicalismos, deve prevalecer o bom senso dos dois lados envolvidos.

CRIANÇAS NO CONDOMÍNIO

presença de crianças no condomínio é inevitável e demanda criatividade da administração e do síndico para que esse convívio seja o mais harmonioso possível. Oferecer atividades para seu entretenimento e tornar as regras claras e respeitadas representa um bom caminho para o bem-estar no ambiente condominial. Leia mais sobre o assunto.

As regras são fundamentais para o bom andamento da vida em comunidade, mas tão importante quanto elas é o respeito à natureza infantil e às suas necessidades de entretenimento

Com muito diálogo e participação, além da ênfase no lazer e nos esportes, é possível diminuir os conflitos e garantir uma melhor qualidade de vida no condomínio.

DANOS MORAIS

Brigas, discussões e ofensas entre condôminos e síndico são situações desagradáveis que muitas vezes podem resultar em ações judiciais por danos morais, e para evitar que isso aconteça é importante respeitar as regras do condomínio, bem como promover a boa convivência entre os moradores.

ADMINISTRADORES DE CONDOMÍNIOS

A administração do condomínio é realizada pela figura do síndico, pessoa física ou jurídica, eleito pela maioria numérica dos moradores e que pode ou não ser um condômino. Ele exerce mandatos de até dois anos, podendo ser reeleito. Deve ter apoio de subsíndicos, de um Conselho Fiscal (determinado pelo Novo Código Civil) e do Conselho Consultivo (previsto na Lei 4.591/64). As formas de administração do condomínio devem ser definidas na Convenção, da qual faz parte o Regimento Interno. Leia mais sobre o assunto.

MEU CONDOMÍNIO ESTÁ COM SALDO NEGATIVO, E AGORA?

“Finalmente terminou a assembleia de eleição de síndico. Como não havia ninguém que quisesse assumir o cargo, me candidatei timidamente. Fui eleito por unanimidade. Após as saudações aliviadas, pois alguém estava assumindo o cargo, o ex-síndico me propôs uma reunião, logo no dia seguinte. Encontrei a mesa principal do salão de festas lotada de pastas, entre elas estavam: as pastas mensais com as despesas dos últimos cinco anos; as pastas com os últimos contratos; além de uma pasta com as contas que precisavam ser pagas. Fui informado que a documentação referente aos funcionários estava na administradora. O ex-síndico fez questão de me alertar que o condomínio passa por sérios problemas financeiros, que a conta do banco está negativa há vários meses. E agora?”

 

FONTE: http://www.direcionalcondominios.com.br




Entre em Contato
Compartilhe

Comentários